Internet Internet

Deposite Total Confiança em Deus

Escrito por  Pr. Antonio Mardonio Abr 02, 2020

Em Jeremias 17.7,8 lemos: “Bendito o varão que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor.

Porque ele será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se afadiga nem deixa de dar fruto”. Nossa vitória é certa quando colocamos nossa fé em ação e acreditamos que o Todo-poderoso está no controle de tudo.

O maior exemplo de confiança depositada em Deus encontramos em Abraão. Por ordem divina, deixou sua cidade natal, a fim de habitar em uma terra desconhecida, mas com a certeza de que seria bem-sucedido. Estabelece-se em Canaã como peregrino, mas convicto de que o Senhor faria cumprir tudo o que prometera. Mas, para ser herdeiro daquela promessa, era necessário ser provado para confirmar sua confiança absoluta no Todo-poderoso.

Nosso patriarca enfrenta uma grande escassez de chuva em Canaã, que o obriga a mudar-se para o Egito, a fim de sobreviver juntamente com seus animais e servos. Receoso de que Faraó desejaria possuir Sara, sua esposa, para ser mulher dele, combina com ela para que diga a quem perguntasse que eram apenas irmãos. Ele não foi bem-sucedido nesta proposta, pois demonstrou sua falta de confiança absoluta em Deus.

Deus promete dar-lhe um filho concebido por Sara. Ela própria achou impossível ser mãe e propôs a Abraão que possuísse sua serva Agar, a fim de lhe gerar um filho. Ele, de bom grado, aceitou a proposta. Mas uma vez demonstrou não ter confiança total em Deus. Seu filho Ismael não era o escolhido por Deus, para ser seu sucessor, e quando ele (Abraão) e ela (Sara) tinham 100 e 90 anos, respectivamente, geraram Isaque.

Mais uma vez falta alimento para seu gado, o que obriga Abraão a peregrinar na terra de Canaã, quando ele se dirige para a região sul da Palestina. Também nega ao rei Abimeleque, de Gerar, que Sara era sua esposa. Deus interveio pela segunda vez, a fim de preservar a idoneidade física dela, ao impedir que fosse possuída por outro homem. Novamente, Abraão não demonstrou sua total confiança no Todo-poderoso.

Após o nascimento de Isaque, o filho da promessa, Deus prova Abraão, ao pedir aquele que ele tanto amava em sacrifício sobre o monte que seria indicado. Nosso patriarca agora havia desenvolvido a confiança absoluta no Todo-poderoso e, pela fé, obedeceu ao pedido do Senhor e foi abençoado ricamente. Neste momento tão difícil que todos nós atravessamos, deposite total confiança no Todo-poderoso e seja vitorioso.

Última modificação em Quinta, 02 Abril 2020 23:10

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

  1. Popular
  2. Comentários